OSGÊMEOS – A arte dos irmãos grafiteiros

OSGÊMEOS, irmãos paulistanos, gêmeos idênticos, nascidos em 1974, grafiteiros de São Paulo, Otávio e Gustavo Pandolfo, são formados em desenho de comunicação pela Escola Técnica Estadual Carlos de Campos, começaram a pintar grafites em 1987 no bairro em que cresceram, o Cambuci, e gradualmente tornaram-se uma das influências mais importantes na cena paulistana, ajudando a definir um estilo brasileiro de grafite.




A trajetória artística dos paulistas Otávio e Gustavo teve início no período em que a cultura hip-hop ganhou força no Brasil. Em seus primeiros passos, os irmãos encontraram dificuldades, o preço do spray no país era elevado e o material de baixa qualidade. Logo, os dois começaram a pintar com pincéis e rolos comuns. O momento chave na carreira dos “gêmeos” aconteceu em 1993, quando os dois, influenciados por Barry McGee, largaram seus empregos e decidiram ganhar a vida como artistas. Hoje, “OSGÊMEOS” são apontados como expoentes do grafite e da arte urbana, possuem um estilo próprio e têm muros grafitados nos quatro cantos do planeta – EUA (Nova York, Los Angeles, São Francisco), Austrália, Alemanha, Portugal, Itália, Grécia, Espanha, China, Japão, Cuba, Chile e Argentina.
Os gêmeos criaram uma linguagem própria, facilmente identificável, e quase sempre dispensam a assinatura em seus trabalhos. Os temas vão de retratos de família à crítica social e política.
OSGÊMEOS foram influenciados pelo pintor Alfredo Volpi? 
Existe esta questão sobre a suposta influência do artista no estilo de pintura de OSGÊMEOS. Nota-se que bandeirinhas, se repetem nos traje de vários dos personagens criados pelos irmãos, estas teriam a mesma origem das que, a partir dos anos 50, tornaram-se frequentes na obra de Volpi, segundo os irmãos, tratam-se das bandeirinhas presente n as festividades juninas (São João, Santo Antônio e São Pedro). Alfredo Volpi (nascido na Itália em 1896 e falecido em 1988), como OSGÊMEOS, morou quase toda a sua vida no Bairro do Cambuci. Gustavo conta que, quando crianças, ele e o irmão estiveram, em certa ocasião, no ateliê do artista. “Gostamos do trabalho dele, mas não virou influência”, ressalta.
“A gente tem muito dessa coisa do brasileiro, do improviso, das coisas que o brasileiro faz para se virar. Tem muito dessas improvisações no nosso trabalho”, argumenta Otávio, aludindo ao fato de que Volpi, além de auto-didata, se encarregava de fazer seus próprios pincéis e telas. Outra “coincidência”: o artista, que veio da Itália ainda criança, iniciou-se na pintura como “decorador de paredes”, ou seja, fazendo uso do mesmo tipo de suporte que, décadas mais tarde, notabilizaria os gêmeos do Cambuci.
A dupla ganha cada vez mais destaque no mundo da arte, mas prefere ver o movimento da street art fora das galerias. “Eu acho que se a gente saiu da rua, não é grafite”, enfatiza Gustavo.


Conheça um pouco mais sobre o trabalho dos irmãos grafiteiros:


Castelo Escocês Grafitado pelos OSGÊMEOS:



Assista o vídeo:

 

Para visitar o site oficial de OSGÊMEOS clique AQUI.

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s